segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Eu te amo... A todo tempo...




Eu te amo... A todo tempo...

A todo tempo... vou sempre amar...
Te amo muito mais que ontem...
E amanhã... muito mais eu vou amar...
Um amor que não se explica...
Mas o que quero mesmo.. não é explicar...
Sem explicação... eu quero pra sempre poder te amar...


Joia rara e mui valiosa... que não tenho como pagar...

Deixo empenhorado meu amor por ti...
Este mesmo amor que não sei explicar...
Eu me rendo para todo o sempre... para todos os dias eu desfrutar...
Deste carinho tão amoroso... que envolve minha alma e a faz cantar...
A melodia de um enamorado... vivendo momentos lindos...
Por simplesmente se deixar amar...

* Moisés Fermiano